Pucci agora para as consumidoras brasileiras

Por Luz Vaalor

Acaba de desembarcar ao Brasil a badaladíssima grife italiana Pucci em São Paulo no  Shopping Cidade Jardim. A nova loja foi aberta com a coleção de verão 2011, incluindo moda praia, acessórios e bolsas. O responsável por este projeto é o italiano Antonio Barbieri e muitas coisas da decoração da loja foram importadas da Itália. A chegada da marca ao país é bastante discreta devido às proximidades das festas de fim de ano.

O imperador das estampas

Nascido em 1914 em uma das mais antigas famílias de Florença, na Itália, Emilio Pucci, o Marquês de Barsento, tornou-se um fenômeno de moda na década de 50.

Inspirado pelas culturas exóticas e pelas paisagens naturais do Mediterrâneo, Pucci trouxe as cores fortes para suas criações utilizando gráficos e desenhos abstratos, como em um caleidoscópio. A fusão de amarelo limão, rosa, lilás, azul-celeste e verde se tornou a marca do seu design.

Os padrões geométricos imitavam as formas de arte contemporânea, mas foram inspirados no mundo à sua volta – mosaicos da Sicília, as bandeiras heráldicas da tradicional corrida de cavalos “Palio de Siena”, batiks de Bali e motivos africanos. Era a primeira vez que a “pop art” era incorporada na roupa.

Pucci também contribuiu muito para o desenvolvimento da indústria têxtil com suas criações eram fluidas, leves e inovadoras, diferentes das formas rígidas populares na década de 50.

O estilista desenvolveu e patenteou novos tecidos, como o jérsei de seda, tudo para permitir que suas roupas fossem leves e práticas. A marca fez com que os pretinhos básicos e os beges elegantes fossem abandonados, dando lugar às tonalidades vibrantes, importadas de balneários paradisíacos, como Capri e Côte dAzur.

A marca Pucci tornou-se hit instantâneo nas grandes redes varejistas americanas, como Saks Fifth Avenue e Neiman Marcus, encantadas com a explosão de cores e a usabilidade de suas peças – muito ligadas ao sportswear americano. Ao longo dos anos 60 e 70, a marca cresceu em popularidade entre as mulheres mais ricas e elegantes da América, firmando como legado a idéia de que a roupa deve fazer a mulher mais livre, feliz e de que a moda não deve se limitar ao guarda-roupa feminino. A maison foi uma das primeiras a investir em acessórios e em uma linha de interiores. Pucci chegou a criar o logo da missão espacial Apollo 15, além de roupas para aeromoças.

http://www.emiliopucci.com/Index.aspx