A butique de luxo Daslu poderá mudar de mãos

A Daslu que está em recuperação judicial desde julho de 2010, poderá mudar de mãos. Credores da butique de luxo aprovaram proposta de compra da empresa pelo fundo Laep Investiments, do empresário Marcus Elias, um dos donos da Parmalat. A proposta ainda garante que o fundo pagará em até três anos as dívidas da loja com fornecedores, que chegam a R$ 80 milhões.

A Laep vai pagar R$ 65 milhões pela empresa, incluindo R$ 20 milhões em “dinheiro novo”, que será investido como capital de giro na companhia.

A empresária Eliana Tranchesi, atual controladora da Daslu, mantém a futura loja do shopping JK, para onde serão transferidas as operações da Villa Daslu. Pela licença da marca, Tranchesi pagará royalties de 5% ao ano. A “antiga” Daslu, que fica nas mãos da empresária, será responsável por negociar os estimados R$ 500 milhões em dívidas com a Receita Federal. A expectativa é que Tranchesi permaneça, ainda, à frente do “projeto” Daslu como consultora.

A Justiça ainda precisa homologar a decisão dos credores.