Pierre Cardin quer vender seu grupo por 1 bilhão de euros!

Pierre-Cardin-17

O estilista francês Pierre Cardin, cujo nome se transformou em uma famosa marca e uma grande empresa, disse que estaria disposto a vender seu grupo por 1 bilhão de euros segundo entrevista do estilista ao jornal americano  “Wall Street Journal”.

Pierre Cardin está com 88 anos e não têm herdeiros e acha que vendendo a marca a empresa pode continuar sendo o que têm sido por todos estes anos.Mas claro,Cardin coloca apenas uma condição para a venda do grupo: que seja mantido à frente da criação artística. “Quero continuar sendo diretor de criação. Em nome do interesse e da reputação da marca”, disse Cardin, primeiro estilista a ter lojas no Japão, em 1957, e a desfilar em Pequim, em 1979.

O preço exigido por Pierre Cardin é muito superior à avaliação dos bancos, que estimam o preço do grupo em “apenas” 200 milhões de euros. As vendas da marca não são conhecidas, já que a sociedade não é obrigada a publicá-las, por ter cotação na bolsa de valores.

Na França, onde Cardin emprega 450 pessoas, a marca é dona de uma só loja, mas administra entre 500 e 600 licenças em todo o mundo. A licença é um contra pelo qual Cardin confia a fabricação de seus produtos a uma empresa em troca dos direitos de uso de seu nome. Dessa forma, o nome de Cardin ou de seu restaurante Maxim’s de Paris estão associados a uma surpreendente variedade de produtos, de água mineral a perfumes.

Pierre Cardin se diz um homem visionário, que nunca olha para trás. Sua visão vislumbrou o futuro ainda na década de 60, ou antes, em 1959, ano em que realizou o primeiro desfile prêt-à-porter, modificando em definitivo a mentalidade e o entendimento do que é moda. Em tempos de Guerra Fria, em que o homem parece distante de si mesmo, Pierre Cardin traz roupas justas ao corpo, saias curtas, formas cônicas e efeitos de tecidos obtidos em alta temperatura. Era época de um Cardin que ruma ao espaço menos branco e preto, menos bipolarizado e mais assimétrico, recortado, volumoso e colorido. Um movimento, novo desenho, nova leitura tal como o vestido cinético em placas de plexigias exposto na mostra Pierre Cardin – Criando Moda Revolucionando Costumes, aberta ao público de 29 de abril a 29 de maio no 9º andar do Shopping Iguatemi, em São Paulo, com entrada gratuita.

A oportunidade histórica de conferir 70 looks, agrupados em 11 módulos, é fruto de um trabalho que durou dois anos e meio e resulta na trajetória do estilista percorrida por seus temas e cores preferidos: Cosmocorps, Golas, Cortes, Preto, Azul, Branco, Vermelho, Violeta, Assimetria, Círculo e Homens.

Serviço
Pierre Cardin – Criando Moda Revolucionando Costumes
29 de abril a 29 de maio – entrada gratuita
Segunda a sábado das 12h às 21h – Domingo das 14h às 20h
Iguatemi São Paulo – 9º andar
Av. Brigadeiro Faria Lima, 2232 – Jardim Paulistano, SP

Algumas fotos da exposição