Sephora prioriza os mercados promissores como o Brasil

A Sephora, rede de lojas de cosméticos do grupo Louis Vuitton Moët Hennessy (LVMH), o poderoso conglomerado do empresário Bernard Arnault, dono da grife francesa Louis Vuitton e de outras 60 marcas de luxo abrirá as portas de sua primeira loja brasileira, até o final de 2011, em um dos principais shoppings de luxo da cidade de São Paulo. Rede varejista que mais vende cosméticos e perfumes no mundo, dona de um faturamento de 1,7 bilhão de euros, a companhia finalizou no ano passado um detalhado estudo sobre esse segmento no Brasil e começou a definir um plano um pouco mais claro de atuação local.

O que mais chamou a atenção da empresa nesse levantamento, elaborado com a ajuda de consultorias estrangeiras, foi a confirmação do que ela já desconfiava: praticamente não há rival à sua altura por aqui.“Vamos dar prioridade aos mercados mais promissores em termos de vendas e lucro, e aos mais promissores mercados emergentes do mundo, além de cidades selecionadas”, relata o documento.

Além de entrar no mercado brasileiro com lojas físicas, a Sephora ainda estuda a possibilidade de inaugurar um site de vendas na internet paralelamente à abertura da loja. O interesse no mercado brasileiro surgiu depois dos ganhos acumulados pela marca na China.

Fonte: Isto é Dinheiro