Handmade: A riqueza nos detalhes invade a moda feminina

Animale-spfw

Animale-spfw

Aplicações figuram nas coleções de outono-inverno 2014 de marcas brasileiras e internacionais

 Há algumas temporadas, marcas como Lanvin, Prada e Burberry já adiantaram o que seria o mood das próximas estações. Com insetos “cristalizados” sobre moletons, a proposta da Maison encabeçada por Alber Elbaz era injetar feminilidade em peças casuais. Já Christopher Bailey, diretor criativo da etiqueta britânica, e Miuccia Prada pensaram em como suas coleções de Verão 2014, nosso inverno brasileiro, poderiam deixar a mulher ainda mais feminina e exuberante. O toque estava nas aplicações de flores, paetês e cristais.

desfile Lanvin Inverno 2013-14_Foto Divulgação

desfile Lanvin Inverno 2013-14_Foto Divulgação

desfile Prada Verão 2014_Foto Divulgação

desfile Prada Verão 2014_Foto Divulgação

desfile Burberry Verão 2014_Foto Divulgação

desfile Burberry Verão 2014_Foto Divulgação

Por aqui, Vitorino Campos e Animale desfilaram no SPFW um inverno que misturava peças com bordados delicados. Outra que também propõe o mesmo repertório é a Zetha Store, marca da consultora de moda Lu Ribeiro que faz bonito quando o assunto é handmade. Sua coleção é mais sóbria que as internacionais. Em tons de azul, cinza e nude, a pedraria, bordada à exaustão, se destaca nas peças em tule de seda, devorê de veludo bicolor e rendas.

desfile Vitorino Campos Inverno 2014_Foto Divulgação

desfile Vitorino Campos Inverno 2014_Foto Divulgação

Zetha Inverno 2014__

Enquanto o fast fashion invade as ruas das principais capitais mundiais, alguns estilistas ainda exploram toda riqueza de detalhes que apenas a moda é capaz de prover. O feito à mão ganha novo significado diante da reestruturação das marcas. Agora, a moda caminha em uma via de mão dupla, onde o essencial é, sim, visível aos olhos.