Must see: Savage Beauty

savage-beauty-banner

Por Bruna Daros

A Central Saint Martins formou os principais estilistas dos últimos tempos, e fora desta lista não fica Alexander McQueen. E foi com excelência que o designer se formou, pois sua coleção de formatura foi completamente comprada por Isabella Blow.

Alexander McQueen substituiu John Galliano na Givenchy a partir de 1996, onde ficou até 2001. No mesmo ano em que saiu da direção criativa da Givenchy, inaugurou sua label, Alexander McQueen, destinada a ser uma prêt-à-porter­ feminina, mas que no ano seguinte já lançou sua coleção masculina. O estilista entrou com uma parceria com o grupo Gucci, atual Kering, para o lançamento de seus perfumes.

Com características fortes e emocionais, as coleções e os desfiles de McQueen sempre foram inspiradores e comoventes, como a apresentação de 1999, na qual robôs pintaram o vestido de Aimee Mullins, atleta paraolímpica, ou a casaca inspirada em Jack Estripador. McQueen também trabalhava com artigos como ossos e chifres, já que seu objetivo sempre foi trabalhar com uma moda inspiracional e conceitual, que contasse uma história.

No ano seguinte de seu falecimento (o estilista se suicidou em 2010), o Metropolitan Museum de Nova Iorque, inaugurou a exposição Savage Beauty em homenagem ao artista, com um tom bastante romântico.

Cinco anos depois, o Museu Victoria & Albert, em Londres, acaba de inaugurar a Savage and Beauty, em homenagem ao estilista, com uma retrospectiva da sua vida e de, então, obras de arte, com uma linha tênue entre beleza e horror.

Não são apenas as roupas que chamam atenção, mas a maneira de exibi-las, pois a curadora, Claire Wilcox, tentou transpassar o significado de suas roupas para os ambientes da mostra. Essa exposição é bem maior do que a de Nova Iorque e com um ar mais ousado e menos romântico. Em uma sala com pé-direito alto, vídeos dos desfiles de McQueen ficam passando, a exposição ocupa três galerias do museu: “Nós nunca tivemos três galerias dedicadas a uma exibição de moda antes. E essa exibição certamente merece isso”, disse Wilcox.

Para celebrar a exposição, a label Alexander McQueen criou uma coleção-cápsula de cinco lenços que trazem à tona alguns momentos da carreira do estilista. Serão cem unidades de cada modelo vendidas apenas, na loja de Old Bond Street, em Londres (4-5 Old Bond Street, London W1S 4PD).

AlexanderMcQueen from Valor LuxuryLab on Vimeo.

Alexander McQueen, Museu Victoria & Albert, Luxury, Luxury Busines – Brazil, Savage Beauty Expo

Museu Victoria & Albert http://www.vam.ac.uk/

 

 

Um comentário

  1. Pingback: Depois de &quotsair do armário&quot two vezes, a constatação: &quotFoi uma carta de alforria&quot